Com ou sem ajuda

Vila d’ Este avança

São dezassete mil os moradores de Vila d’Este, uma urbanização com duas e oitenta e cinco habitações, destas cento e sessenta são da Câmara Municipal.

Por ocasião do 10º aniversário da Associação de Condóminos, o presidente da Câmara, Filipe Menezes, levou a boa nova, a abertura do concurso para restauro da urbanização, um investimento de 22 milhões de euros.

Nesta primeira fase, o investimento é de cinco milhões de euros, em Novembro será lançado novo concurso para os arranjos exteriores, na ordem dos 3,8 milhões de euros.

Recorde-se que a Câmara apresentou ao QREN a proposta de requalificação de Vila d’Este que deverá ser aprovada por estes dias “caso isso não aconteça, o que não acreditamos, a autarquia avançou por conta e risco, o início da requalificação”, explica o presidente.

Da mesma forma, o presidente da Gaia Social, Marco António Costa, responsável pelo lançamento do concurso lembra: “afirmei numa sessão pública que a Câmara iria investir nesta urbanização, mesmo que o governo que tem todas as responsabilidades na concepção da urbanização não contribuísse financeiramente para as obras.”

Por seu lado, o presidente da Junta de Freguesia de Vilar de Andorinho, Manuel Monteiro, elogia “a persistência” do presidente da Câmara neste projecto”, considerando que “nunca «deitou a toalha ao chão», apesar de já não ter nada a provar á população de Gaia”, reforçando o elogio: “a sua obra ao longo dos dez anos de mandato está bem patente.”

Ao presidente da associação, Vítor Simões, pouco mais coube do que corroborar as palavras de Manuel Monteiro e agradecer a Filipe Menezes o empenho neste projecto de requalificação

Anúncios