Finalmente vai arrancar

Novo campo de jogos

O Clube de Futebol de Valadares pagava de aluguer pelo velho campo de jogos 75 euros/ano. Campo esse que não cumprindo as medidas impostas pela AFP deixou de servir as necessidades do Clube que actualmente joga no Campo do Coimbrões.

Durante dezassete anos arrastaram-se as negociações com vista à construção de um novo Complexo Desportivo. A Junta de Freguesia e as direcções que passaram pelo clube fizeram de tudo para levar a bom porto o objectivo, com a ajuda da Câmara, nas pessoas do presidente Filipe Menezes e do vereador do desporto Guilherme Aguiar.

O que os interessados tentaram junto dos proprietário do velho campo foi a cedência do terreno, para posterior urbanização e com a receita daí proveniente construir o novo campo, ajudados pela Câmara.

Para a construção do novo campo decorria um outro processo. Junto ao Império de Vila Chã os proprietários de um outro terreno queriam mas não podiam construir porque o mesmo não tinha viabilidade de construção.

A Câmara decide pela permuta com estes proprietários desanexando a parcela de terreno e construindo todas as infra estruturas da futura urbanização. Em troca os proprietários cederam terreno para construção do campo.

Foram estes dois processos que agora chegaram ao fim. No primeiro caso os proprietários cedem o terreno para urbanizar ganhando mais com isso do que os 75euros/ano; no segundo caso, os proprietários passam a poder construir onde antes não podiam e cedem o terreno para o novo Complexo Desportivo.

Os dois protocolos que viabilizam a construção deste equipamento foram assinados na passada semana no Cine Brazão de Valadares.

O presidente da Junta de Freguesia, Jorge Soares, lembra que há onze anos quando recebeu o processo “incorria numa grande morosidade que se transformava em desalento” e ele mesmo chegou a pensar noutras soluções, mas viria a constar “serem ainda mais difíceis de concretizar.”

Primeiro com Joaquim Brandão depois com António Cunha os presidentes da direcção do Clube, sucediam-se as reuniões com proprietários, Câmara e Clube.

O presidente da Junta de Freguesia de Valadares considera que as obras “só se fazem quando há vontade política. Nesse aspecto pude testemunhar o empenhamento, a total entrega a esta realização e a pressão constante para que este projecto fosse uma realidade.”

O novo campo de jogos vai resolver o grave problema de um clube “que sobreviveu graças à tenacidade, entusiasmo, fé e esperança”, de quantos estiveram envolvidos nos processos ao longo de tantos anos.

Anúncios