Escola Municipal de râguebi

Na cerimónia de apresentação da Escola Municipal de Râguebi, o vereador do desporto José Guilherme Aguiar referiu-se a um projecto “inovador e ambicioso para o râguebi português.” A Escola “é uma mais valia para a modalidade”, mais um sucesso que se prevê em termos de escolas Municipais do Desporto que acolhem diariamente “mais de dez mil crianças e jovens na prática de várias actividades como o futebol, natação, remo, ténis ou o golfe.”

O seleccionador nacional dos «Lobos», Tiago Morais reforçou a ideia da “mais valia para a promoção do râguebi em Portugal”, o que representa esta escola, “um grande passo para incentivar os jovens à prática da modalidade.”

Parque da Cidade

Ao melhor nível

Um ano depois precisamente, o presidente da Câmara voltou a fazer uma visita ao Complexo Desportivo do Parque da Cidade. Filipe Menezes considera que “não basta lançar primeiras pedras”, gosta de acompanhar o ritmo das obras, uma espécie de «dar e pedir contas».

As contas, essas são fáceis – a obra, no seu todo, teve início em meados de 1998. Passou por muitas vicissitudes a começar pela falência do empreiteiro a quem estava entregue a empreitada. Desde o lançamento de novo concurso até ao arranque da obra perde-se quase um ano.

Em Julho do ano passado, aquando da visita, as previsões apontavam para a conclusão da obra em finais desse mesmo ano. Julho de 2008, no decorrer da segunda visita, a indicação é que o Complexo deverá ser inaugurado em meados de Setembro próximo.

O investimento ultrapassa os 3 milhões de euros, para uma obra que será “a casa de todos”, como gosta de referir o vereador do desporto, Guilherme Aguiar.

Clubes de Futebol como o de Oliveira do Douro ou outras associações terão aqui um espaço ao nível de alguns estádios de competição nacional. Irão pagar para usufruir do campo já se sabe porque a obra é cara, precisa de manutenção “as coisas boas pagam-se”, diz também Guilherme Aguiar.

Anúncios